Allstars on Facebook

Jogo

G.D.R. "Os Alfredos" vs Fenerbaços SC

Fenerbaços arrasa Alfredos!

Os turcos responderam da melhor forma possível à derrota na estreia e atropelaram autenticamente o G.D.R “Os Alfredos”, que assim entrou com o pé esquerdo no torneio ao sofrer uma goleada das antigas.

A goleada começaria a ser construída logo a abrir, com o Fenerbaços a mostrar desde cedo ao que vinha e a entrar praticamente a ganhar, num golo que nasceu de uma grande arrancada individual de João Diogo Ferreira, mas que acabou por culminar num corte defeituoso de Diogo Correa Mendes para a própria baliza. O avançado João Diogo estava completamente endiabrado nestes minutos iniciais e em poucos minutos assinava mesmo o nome na lista de marcadores… e logo em dose dupla. Primeiro aproveitou um erro do guarda-redes Ricardo Ribeiro (estrangeiro) para lhe roubar a bola antes de encostar para a baliza deserta e, logo de seguida, deu a melhor sequência a um cruzamento da direita para apontar um 0x3 que deixava o jogo praticamente decidido ainda dentro dos primeiros 10 minutos.
Ainda assim se dúvidas restassem rapidamente foram desfeitas e novamente pelo suspeito do costume, João Diogo, que aproveitou a jogada de um companheiro na esquerda para desviar o passe rasteiro na direção da baliza e completar o hat-trick ainda no primeiro tempo!
Os Alfredos responderam à lei da bomba, com Tomás Rodrigues a receber um canto curto de Vasco Cardoso e, da quina da área, a encher o pé para um míssil que entrou junto ao ângulo superior do poste mais próximo e não deu qualquer hipótese ao guarda-redes Joaquim Matos.
Ainda assim o jogo voltou à toada habitual e antes do intervalo foram os turcos novamente a aumentar a contagem, desta vez por intermédio de Tomás Mendonça, que depois de roubar a bola no meio-campo adversário ainda tentou oferecer o golo a Gonçalo Mourão, mas acabou por ser o próprio a aproveitar a recarga a uma primeira defesa de Ricardo para introduzir o esférico no fundo das redes. O mesmo Mendonça ainda ficou perto de bisar pouco depois, mas viu o seu tiro de fora da área esbarrar na barra e o resultado não voltou a sofrer alterações.

Na segunda parte a história foi a mesma, assistindo-se a um jogo de sentido único, e tal como no primeiro tempo o Fenerbaços chegou ao golo logo a abrir. Valente tentou a sua sorte do meio da rua, o remate parecia nem levar muito perigo, mas Ricardo Ribeiro acabou por deixar escapar o esférico das mãos para o interior da sua baliza.
Mesmo com a larga vantagem a equipa turca nunca tirou o pé do acelerador e continuou à procura de aumentar os números. Desta feita foi a vez do capitão Gonçalo Costa fazer o gosto ao pé, depois de uma assistência de bandeja de José Caldeira, que fugiu em velocidade pela direita e cruzou rasteiro e muito tenso para Gonçalo só ter que encostar à boca da baliza. O oitavo foi da autoria de Caldeira, que depois da assistência também teve direito ao golo, também ele só de encostar a passe de João Diogo.
Pelo meio o conjunto de branco conseguiu mais um tento de honra, através de um pontapé de canto, com Correa a aproveitar algum relaxamento natural da defensiva contrária para aparecer solto de marcação a desviar de cabeça para o golo.
Nos minutos finais, com o jogo já completamente resolvida e numa altura que já dava para tudo, o guarda-redes turco Joaquim Matos aproveitou uma grande penalidade assinalada na área contrária para ir ao outro lado do campo bater o companheiro de posição e fixar o resultado final em 2x9!

por Gonçalo Custódio