Allstars on Facebook

Jogo

Divisão Allstars, 2020-01-12 às 22:00 @ Inatel

Nota do árbitro: 4

Tettonham Hotspur vs Paralympiakos

Entrada com o pé direito!

Os Paralympiakos surgiram no primeiro jogo do ano de ambições renovadas para voltar a conquistar a Divisão Allstars e bateram o Tettonham por 3x1! Uma exibição consistente da equipa grega deu forma ao triunfo e valeu o arranque da melhor forma no campeonato.

Jogo de estreia na temporada para os Paralympiakos, perante um Tettonham que chegava a esta jornada motivado pela fantástica reviravolta que lhe valeu o triunfo no arranque do campeonato. Os londrinos foram mesmo os primeiros a ameaçar por intermedio de Francisco Morais, que por duas vezes obrigou Bernardo a aplicar-se.
Ainda assim os gregos quiseram deixar desde cedo vincado que querem fazer desta época a época da reconquista e não tardaram em chegar ao golo inaugural. Fogaça, reforço da equipa para esta temporada, não precisou de muitos minutos em campo para mostrar serviço e com um remate forte e colocado à entrada da área adiantou os Paralympiakos no marcador!
O mesmo Fogaça voltou a estar em evidência momentos depois, desta vez a fugir pela direita e a servir o golo numa bandeja a Tiago Pereira, mas o avançado desperdiçou escandalosamente quando tinha a baliza escancarada para marcar. O capitão grego voltaria a dispor de uma enorme oportunidade logo de seguida ao surgir isolado perante Miguel Sá e desta vez finalizou a preceito, mas o guarda-redes disse presente e defendeu para canto. Contudo, na sequência do canto, os Paralympiakos iriam mesmo dar sequência à maior pressão dos últimos minutos e aumentar a contagem. Cobrança exímia de Relveiro para o segundo poste, com Zé Neves a subir ao segundo andar e a cabecear para uma primeira grande defesa de Miguel, mas na recarga a introduzir mesmo o esférico no fundo das redes!
O domínio da equipa grega era total nesta altura e antes do intervalo ainda ameaçaram o terceiro através de um livre direto muito bem batido por Relveiro, que obrigou Miguel a uma excelente intervenção. Tempo de intervalo no 1º de Maio, com os Paralympiakos na frente e os londrinos esperançosos em repetir a receita da 1ª jornada para conseguirem operar a reviravolta no segundo tempo.

A turma de Wallis viria mesmo a criar perigo logo no recomeço da partida, com Henrique Gomes Pereira a aproveitar uma bola nas costas da defesa para se isolar, mas Bernardo com uma enorme mancha manteve a sua equipa com uma vantagem confortável na partida. Contudo a reação londrina duraria pouco já que na área contrária o árbitro considerou falta sobre Relveiro e apontou para a marca do castigo máximo. O próprio esquerdino assumiu a marcação, bola para um lado, guarda-redes para o outro e estava feito o 3x0!
Ainda assim os Tetto não baixaram os braços, grande bola de Morais a meter no irmão Rodrigo com um passe picado, com este a fazer uma receção espetacular na ponta da bota antes de cortar para dentro e disparar com selo de golo, valeu aos Paralympiakos o corte providencial de Luís Martins em cima da linha de golo! O conjunto londrino manteve-se na luta e foi mesmo recompensado com um merecido golo num lance que começou numa recuperação de Brito (estrangeiro), que lançou Diogo Serrano pela direita para este tirar o cruzamento para o segundo poste. Rosa surgiu na passada, controlou o esférico com uma excelente receção e disparou cruzado sem hipóteses para Bernardo, reduzindo a diferença quando ainda haviam 10 minutos por jogar. No entanto os Paralympiakos fecharam os caminhos para a sua baliza e não voltaram a permitir ocasiões à turma londrina, segurando assim os primeiros 3 pontos da temporada!

por Gonçalo Custódio