Allstars on Facebook

Jogo

Primeira Fase, 2024-05-14 às 22:00 @ São Miguel

Nota do árbitro: 4

Morais Leitão vs VdA

Goleada na frente da classificação!

A Morais Leitão comçou cedo a faturar e nunca mais parou!

A equipa visitante iniciou o jogo em inferioridade numérica. Tal circunstância obrigou a equipa de verde e cinzento a controlar a posse de bola e a não se precipitar nos ataques. Por outro lado a Morais Leitão Tentava decidir o jogo cedo, de forma a aproveitar a superioridade. O golo para a equipa da casa acabou mesmo por chegar: na sequência de um canto batido do lado direito para a entrada da área, Rosário Kalenga rematou muito bem de primeira para o fundo das redes! A VdA tentava sair em lances rápidos, para apanhar de surpresa a Morais Leitão, mas não conseguiram mais do que ganhar um pontapé de canto, após uma jogada de Duarte Antunes. O 2-0 não demorou muito a surgir, após um lance em progressão de Tomás Jonet, este fez um primeiro remate à baliza, defendido pelo guarda-redes, mas na recarga, José Miguel Rabaça não perdoou! A equipa da casa não tirava o pé do acelerador e chegou mesmo ao terceiro, depois de uma jogada pela esquerda e um cruzamento para o centro da área, onde apareceu João Serra Baptista a finalizar sozinho! O avançado Duarte Antunes continuava a tentar reduzir a desvantagem, desta vez a puxar o pé atrás num curto espaço, mas para uma defesa atenta do guarda-redes. Com a defesa da VdA em desvantagem, Bartolomeu Costa Cabral aproveitou a oportunidade passar pelo último adversário, para ainda perto do meio-campo fazer a bola passar por cima do guarda-redes adversário e a fechar a primeira parte em 4-0.

O segundo tempo, começou da mesma forma como primeiro acabou: lance em tudo semelhante ao quarto golo, com ? a aproveitar o adiantamento do guarda-redes e a concretizar para o 5-0! A VdA tentava renascer e teve a primeira oportunidade nesta parte com um canto curto batido por João Botelho Mira para André Mendes que testou os reflexos do guarda-redes. Mas também por Gonçalo Pacheco Vilela que na sequência deste lance encheu o pé de fora de área, mas para nova defesa de Miguel Canto e Castro. Bartolomeu Costa Cabral ainda teve uma hipótese para repetir os dois últimos golos, mas desta vez o remate de longe acabou por embater na trave. As tentativas de Duarte Antunes não acabavam, mas o guarda-redes da equipa de preto estava novamente lá para impedir o golo. Bartolomeu Costa Cabral não se quis deixar ficar e desencantou, com duas jogadas individuais impressionantes, dois golos em poucos minutos: no primeiro, dançou dentro da área e colocou a bola no canto inferior esquerdo e no segundo penteou a bola, passou pelo guarda-redes e finalizou sem oposição para fixar o resultado em 7-0!

por Miguel Rocha