Allstars on Facebook

Jogo

Primeira Fase, 2024-05-15 às 22:00 @ São Miguel

Nota do árbitro: 5

9 - 1

200100

MVP: Gonçalo Martins

Abreu vs Antas da Cunha ECIJA

Goleada e vitória fácil para a equipa da casa

A equipa da Abreu recebeu a Antas da Cunha num jogo que marcava a jornada 8. Numa grande exibição de Gonçalo Martins que apontou 5 golos, a equipa da casa goleou por 9-1.

A equipa visitante entrou bem na partida e conseguiu criar perigo na primeira oportunidade. Rodrigo da Rocha Correia isolou Fábio Boleto que não conseguiu adiantar a equipa no marcador. A equipa da casa acordou e chegou de imediato ao primeiro golo da partida. Jogada de insistência e Rúben Costa a aparecer para desviar a bola do guarda-redes e fazer o 1-0. O 2-0 apareceu logo de seguida com Edward Heal a aparecer isolado no corredor direito e sem oposição fez o golo. A equipa da Abreu não baixava de ritmo e sentia-se que a goleada poderia aparecer. A equipa estava a funcionar na perfeição e cada aproximação à área permitia à equipa criar perigo. O 3-0 apareceu depois de uma boa jogada coletiva e Gonçalo Martins a fazer o golo à boca da baliza. O jogador bisou logo a seguir de pé esquerdo e sem oposição. A equipa visitante estava perdida no jogo e o 4-0 poderia rapidamente transformar-se num resultado ainda mais acentuado. Em cima do intervalo Gonçalo Martins carimbou o 5-0 com um hat-trick ao rematar seco para o fundo das redes.

 

A segunda parte trouxe ainda mais golo e não havia sinal da equipa da Antas da Cunha. A equipa da casa voltou com o mesmo ritmo e cada remate à baliza resultava em golo. O 6-0 surgiu de um cruzamento do lado direito e Rúben Costa atirou para o golo! Após o golo, Francisco Menano esteve perto de inaugurar o marcador da equipa visitante de cabeça, mas o guarda-redes da Abre, que até agora era um mero espectador conseguiu evitar o golo. Na resposta, Gonçalo Martins chegou ao poker e ao 7-0 ao surgiu isolado e a desviar a bola do guardar redes. O avançado estava imparável e logo a seguir chegou ao 8-0 e ao 5.º golo na conta pessoal ao cobrar um penálti na perfeição. A equipa da Antas da Cunha voltou a estar perto do golo com Fábio Boleto a aparecer isolado, mas surgiu o corte de um defesa. A equipa da casa voltou à carga e chegou aos 9-0 com Rúben Costa a fazer o hat-trick. O jogo caminhava para o final, mas houve ainda tempo para o golo da consolação da equipa visitante: Rodrigo da Rocha Correia surgiu isolado e tocou por cima do guarda-redes de forma subtil. O jogo chegou ao final com o 9-1 no marcador.

 

Crónica por Manuel Correia

por Henrique Zilhão